Terceirizados da Evangelina Rosa não recebem há 5 meses

Deputada Teresa Brito denuncia abandono do governo à maternidade e terceirizados

A deputada estadual Teresina Britto (PV) visitou durante o Carnaval a Maternidade Dona Evangelina Rosa, em Teresina, e constatou uma situação degradante: funcionários estão há vários meses sem receber salários.

A maior e mais importante maternidade do estado, há muito tempo sofre com o descaso do poder público, e isso custou centenas de vidas de mães e recém-nascidos.

“Os terceirizados da empresa Limpel estão há cinco meses sem receber seus salários, contratados sem receber décimo terceiro e salários a dois meses atrasados. Também não receberam ticket alimentação e vale transporte. Estão com dificuldade até para chegarem ao trabalho”, disse a parlamentar.

“Também encontrei cadeiras para amamentar e do acompanhante em péssimas condições… A infraestrutura péssima! Vamos continuar fiscalizando e cobrando do secretário de saúde estadual as melhorias. Enquanto eles não constroem a nova maternidade temos que ficar vigilantes sempre”, completou Teresa Britto na postagem.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Maternidade dona Evangelina Rosa ( MDER) lamenta a informação equivocada e deturpada sobre suposto atraso, por cinco meses, dos colaboradores que trabalham como terceirizados. Os que são de responsabilidade da Evangelina foram pagos até o mês de janeiro e a diretoria aguarda chegada de recursos para o pagamento de fevereiro. Portanto, não existe atraso. Outra inverdade é sobre os vales transporte. Todos estão recebendo em dia.

A diretoria da Mder, por outro lado, recebe com traquilidade a informação de que na visita feita por parlamentares à Evangelina e outros hospitais- durante o carnaval-  que encontraram a maior Maternidade pública do Estado abastecida ,  com equipe de profissionais completa, sendo útil à sociedade

 A mder é uma Casa antiga, com problemas estruturais, mas a Instituição vem procurando se manter  oferecendo serviço de excelência, promovendo reformas importantes, tanto com sua equipe, como com empresas contratadas para as reformas mais complexas. 

Estamos mantendo o pagamento praticante  em dia, inclusive terceirizados. A Mder trabalha com a Secretaria de Estado da Saúde( Sesapi) e Governo do Estado,  diuturnamente para se manter como referência que sempre o foi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *